Orações Coordenadas assindéticas sem complicação

Data da notícia: 29 de abril de 2009

Preparada por José

“Oração, ponto, outra oração. Ou coordenadas assindéticas sem complicação”

Por: Professor André do site Portugues é fácil

Orações e suas respectivas classificações são um trauma que a maioria de nós adquiriu na escola.

Coordenadas sindéticas aditivas, adversativas, substantivas subjetivas, relativas e uma infinidade de outros nomes que, para um aluno, são conceitos abstratos e sem utilidade nenhuma.

Na escola, deve-se aprender a usar a língua, não sobre a sua estrutura. Por isso, vamos começar de outro jeito, olhando para as frases abaixo:

Joãozinho saiu logo, estava atrasado.

Meu pai foi trabalhar. Chovia pela manhã.

Não fomos ao casamento; mandamos um presente.

Os termos destacados são verbos. É através deles que separamos as orações. Em cada uma das frases temos duas orações e cada uma delas tem um verbo.

Tudo bem até aí?

Agora vamos reparar no elemento que separa cada oração. Na primeira, é a vírgula; na segunda, o ponto; na terceira, o ponto-e-vírgula.

Nós chamamos esse elemento de articulador.

Por quê? Você já deve ter ouvido falar que o ser humano tem articulações. Elas ligam as partes do nosso corpo, não é? Assim:

Os articuladores são responsáveis por ligar duas orações, assim como as articulações são responsáveis por ligar duas partes do nosso corpo.

Seu professor é antigo? Ele deve ter muitos articuladores!

Seu professor é antigo? Ele deve ter muitos articuladores!

Existem vários elementos (além da pontuação) que servem como articuladores, eles costumam ser chamados de conjunções. Mas esse é assunto pra outro post.

O que precisamos lembrar agora é:

Quando temos duas orações, lado a lado, ligadas por um articulador de pontuação (vírgula, ponto-e-vírgula ou ponto) estamos em frente a uma oração coordenada assindética.

Por que esse nome feio?

Coordenada, pois as orações estão ordenadas lado a lado. Assindética, pois não há um síndeto (o mesmo que conjunção) ligando-as.

Complicado? Nem tanto.

Precisa decorar o nome feio? Não deveria; mas se seu professor de português ainda estiver no século passado, paciência.

Mais alguns exemplos de orações coordenadas assindéticas:

Cheguei, vi, venci. (Júlio César)

Estudei ontem; tenho prova na faculdade hoje.

Não tinha ninguém em casa. Entrei silenciosamente.

Confira os produtos da loja do professor André: Materiais para concurso e Questões elaboradas para concurso. A partir de R$10,00!!!

Confira mais dicas e aulas de português do professor André no site www.portuguesfacil.net

E você? O que achou deste concurso, datas, matérias e organizadora? Comente abaixo e dê sua nota!

Motivação: "A única coisa que se coloca entre um homem e o que ele quer na vida é normalmente meramente a vontade de tentar e a fé para acreditar que aquilo é possível." ( Richard M. Devos )

Pesquise Apostilas

Comentários

  1. nice disse:

    gostei, mande mais

  2. Sandra disse:

    Gostei muito, muito.
    Aguardo muito estes posts. Obrigada.

  3. gabriela disse:

    eu gostei muito mas eu preciso ler mas pra tirar a conclusão de que esse saite* é o melhor(oração coordenada e subordinada e seus membros é facil….. só requer pasiencia.

  4. gabriela disse:

    mas essa merda de saite* num entra …..que merda….

  5. valternei disse:

    Gostei muito porquer pode me ajuda nos meus estudos da minha escola

  6. joana disse:

    não gostei

  7. joana disse:

    ERA BRINCADEIRA, EU AMEI, CONSEGUI APRENDER BASTANTE!
    OBRIGADA

  8. Alune Cassimiro disse:

    meeu professor me obriga a decorar essas porcarias.
    aaaaai que raiva :@

  9. Alune Cassimiro disse:

    meeu professor me obriga a decorar essas porcarias.
    aaaaai que raiva :@
    mais eu aprendi jiutas coisas.
    OBRIGADO

Escreva seu comentário:


ATENÇÃO: Nós não somos organizadores de concursos ou editais, apenas divulgamos notícias.