Orações Coordenadas assindéticas sem complicação

Data da notícia: 29 de abril de 2009

Preparada por José

“Oração, ponto, outra oração. Ou coordenadas assindéticas sem complicação”

Por: Professor André do site Portugues é fácil

Orações e suas respectivas classificações são um trauma que a maioria de nós adquiriu na escola.

Coordenadas sindéticas aditivas, adversativas, substantivas subjetivas, relativas e uma infinidade de outros nomes que, para um aluno, são conceitos abstratos e sem utilidade nenhuma.

Na escola, deve-se aprender a usar a língua, não sobre a sua estrutura. Por isso, vamos começar de outro jeito, olhando para as frases abaixo:

Joãozinho saiu logo, estava atrasado.

Meu pai foi trabalhar. Chovia pela manhã.

Não fomos ao casamento; mandamos um presente.

Os termos destacados são verbos. É através deles que separamos as orações. Em cada uma das frases temos duas orações e cada uma delas tem um verbo.

Tudo bem até aí?

Agora vamos reparar no elemento que separa cada oração. Na primeira, é a vírgula; na segunda, o ponto; na terceira, o ponto-e-vírgula.

Nós chamamos esse elemento de articulador.

Por quê? Você já deve ter ouvido falar que o ser humano tem articulações. Elas ligam as partes do nosso corpo, não é? Assim:

Os articuladores são responsáveis por ligar duas orações, assim como as articulações são responsáveis por ligar duas partes do nosso corpo.

Seu professor é antigo? Ele deve ter muitos articuladores!

Seu professor é antigo? Ele deve ter muitos articuladores!

Existem vários elementos (além da pontuação) que servem como articuladores, eles costumam ser chamados de conjunções. Mas esse é assunto pra outro post.

O que precisamos lembrar agora é:

Quando temos duas orações, lado a lado, ligadas por um articulador de pontuação (vírgula, ponto-e-vírgula ou ponto) estamos em frente a uma oração coordenada assindética.

Por que esse nome feio?

Coordenada, pois as orações estão ordenadas lado a lado. Assindética, pois não há um síndeto (o mesmo que conjunção) ligando-as.

Complicado? Nem tanto.

Precisa decorar o nome feio? Não deveria; mas se seu professor de português ainda estiver no século passado, paciência.

Mais alguns exemplos de orações coordenadas assindéticas:

Cheguei, vi, venci. (Júlio César)

Estudei ontem; tenho prova na faculdade hoje.

Não tinha ninguém em casa. Entrei silenciosamente.

Confira os produtos da loja do professor André: Materiais para concurso e Questões elaboradas para concurso. A partir de R$10,00!!!

Confira mais dicas e aulas de português do professor André no site www.portuguesfacil.net

E você? O que achou deste concurso, datas, matérias e organizadora? Comente abaixo e dê sua nota!

Dica de Estudo: Crie um quadro de horários para estudos. Se perceber que planejou estudar mais tempo do que consegue na verdade, reduza os períodos de estudo no seu quadro de horários.

Pesquise Apostilas

Comentários

  1. nice disse:

    gostei, mande mais

  2. Sandra disse:

    Gostei muito, muito.
    Aguardo muito estes posts. Obrigada.

  3. gabriela disse:

    eu gostei muito mas eu preciso ler mas pra tirar a conclusão de que esse saite* é o melhor(oração coordenada e subordinada e seus membros é facil….. só requer pasiencia.

  4. gabriela disse:

    mas essa merda de saite* num entra …..que merda….

  5. valternei disse:

    Gostei muito porquer pode me ajuda nos meus estudos da minha escola

  6. joana disse:

    não gostei

  7. joana disse:

    ERA BRINCADEIRA, EU AMEI, CONSEGUI APRENDER BASTANTE!
    OBRIGADA

  8. Alune Cassimiro disse:

    meeu professor me obriga a decorar essas porcarias.
    aaaaai que raiva :@

  9. Alune Cassimiro disse:

    meeu professor me obriga a decorar essas porcarias.
    aaaaai que raiva :@
    mais eu aprendi jiutas coisas.
    OBRIGADO

Escreva seu comentário:


ATENÇÃO: Nós não somos organizadores de concursos ou editais, apenas divulgamos notícias.